Ser ou não ser um gourmet? A feia sina dos gastrochatos

A finalidade deste blog é dividir informações práticas sobre comida asiática. Mas hoje vou abrir uma exceção. Hoje acordei com um belo texto da Loudes Hernandes, da Casa dos Cariris. Ela comentava uma coluna da Nina Horta no caderno Comida, da Folha, que pode ser lido na íntegra aqui. Um trecho da coluna fala sobre … Continuar lendo Ser ou não ser um gourmet? A feia sina dos gastrochatos

A onda do “miojo milagroso” da Nigella: emagrece mesmo?

Esse mundo das dietas milagrosas às vezes é bem sacana. Depois de tentar várias, algumas bem-sucedidas e outras nem tanto, digo isso com certo conhecimento de causa. O alimento da hora é o “miojo milagroso” que fez a famosa apresentadora de programas de comida Nigella Lawson emagrecer uns muitos quilos. Do nada, a musa das … Continuar lendo A onda do “miojo milagroso” da Nigella: emagrece mesmo?

Dinastia Ritz e o tofu da mulher desfigurada

Mapotofu (麻婆豆腐) é um prato chinês dos mais famosos e tem uma história curiosa. Mapo significa “velha com a cara marcada por perebas”. Diz a lenda que, nas imediações de Chendu, a capital da província de Sichuan, uma viúva de rosto desfigurado vendia uma receita deliciosa feita com tofu, apimentada nos moldes locais e apreciada … Continuar lendo Dinastia Ritz e o tofu da mulher desfigurada

Dim sum: petiscos chineses originais por menos de R$15

Pense em algo para comer tomando chá. Bolo de fubá e biscoitos de coco? Sim, ótima pedida. Mas os chineses preferem algo bem diferente. Pasteizinhos de camarão cozidos no vapor, arroz grudento com cogumelos e frango, moti frito com recheio de porco. Chamadas de dim sum, as comidinhas servidas com chá no sul da China e … Continuar lendo Dim sum: petiscos chineses originais por menos de R$15

Atum: vale a pena a extinção dele só pelo nosso prazer?

A questão da caça do atum é dessas bem complicadas. Os ativistas ocidentais dizem que é o Japão tem de parar já com isso. Os japoneses acusam os argumentos de falaciosos. À parte dessa contenda, o mercado de Tsukiji, em Tóquio, leiloa todos os dias atuns de  todos os tamanhos – alguns de mais de … Continuar lendo Atum: vale a pena a extinção dele só pelo nosso prazer?